Microsoft Designs the IPOD package

…what would happen to the IPOD package if Microsoft designed it…

Anúncios

Google troca logo por trintão Pac-Man

A home do Google.com, a página mais acessada do mundo, não exibe hoje a logomarca do Google, mas uma versão online do game Pac-Man.
A mudança é uma referência ao 30º aniversário da criação do clássico game, originalmente chamado de Pakkuman por seu criador, o japonês Tohru Iwatani.
O programador Iwatani criou o game há exatas três décadas, quando trabalhava para a Namco. 
O jogo chegou aos Estados Unidos após ser licenciado para Midway, responsável por massificar o acesso ao game no mundo e torná-lo um dos jogos mais populares de todos os tempos.
Pac-Man tornou-se uma febre nos anos 80, quando foi licenciado para várias plataformas. Uma das versões mais conhecidas do game é a distribuída para Atari, na mesma década.
O logo exibido hoje pelo Google permite jogar o game usando as setas do teclado do PC. Sons são reproduzidos normalmente e o usuário pode passa de fase quando “come” todos os pontinhos da tela, como nos tempos do Atari. Ao todo, o game disponível online tem mais de 250 fases e ficará disponível por 48 horas.

Google homenageia Tchaikovsky

Hoje, 7 de maio de 2010, comemora-se o aniversário do grande compositor Pietr Ilyitch Tchaikovsky, nascido em 1840, em Votkinsk – hoje pertencente à República Autônoma de Udmurtes, Rússia. Tchaikovsky é responsável por o “Quebra Nozes, um dos três balés que compôs. O compositor morreu em 6 de novembro de 1893, aos 53 anos, ao contrair cólera depois de beber um copo de água não fervido.

Outro balé (dramático) famoso do compositor é o  Lago dos Cisnes (Print do doodle do Google acima). Sua estreia ocorreu no Teatro Bolshoi em Moscou no dia 20 de fevereiro de 1877, sendo um fracasso não por causa da música, mas sim pela má interpretação da orquestra e dos bailarinos, assim como a coreografia e a cenografia. O balé foi encomendado pelo Teatro Bolshoi em 1876 e o compositor logo começou a escrevê-lo.

Google homenageia Tchaikovsky por seu 170°aniversário. Na entrada do site de busca, ao invés de seu logo, esta imagem acima lindíssima! Se você olhar bem, os passos das bailarinas formam a palavra Google, e o casal a letra g.
Pelo Lago dos Cisnes, A Bela Adormecida e o Quebra Nozes… HAPPY BIRTHDAY!

Sports Illustrated – Tablet Demo 1.5

Esta colaboração entre as empresas TheWonderfactory e Time, Inc. é um excelente exemplo de como os tablets possibilitarão novas experiências inovadoras pelas empresas de mídia, editores e anunciantes.

Games navegam no sucesso de redes sociais

Plantar, colher e cultivar sua própria fazenda; assumir o papel de um mafioso envolvido em trapaças milionárias; criar receitas e gerenciar o próprio restaurante – tudo isso dentro das redes sociais da internet, fique claro, e com a ajuda dos amigos virtuais. Os chamados social games – jogos que reúnem grupos de participantes – vêm avançando dentro das redes. Dessa forma, esses ambientes ampliam a função original de interação entre usários por meios de mensagens e recados. É o império do lazer.

Os social games avançam a cada dia graças aos objetivos simples de cada jogo: diversão, competição e cooperação entre amigos para alcançar prestigío em um determinado grupo. Eles dependem também do ambiente em que estão disponíveis. “O sucesso de cada game é associado à popularidade do próprio site. Assim, quanto mais amigos jogando, mais interessante se torna o aplicativo, pois há maior possibilidade de competição entre os usuários”, explica Raquel Recuero, pesquisadora e professora do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade Católica de Pelotas (UCPel).

Relaxamento – Um dos maiores sucessos do segmento provém do Facebook, rede que acaba de atingir a marca de 300 milhões de usuários cadastrados. Lançado há pouco mais de quatro meses, o Farmville oferece ao usuário a possibilidade de cultivar uma fazenda virtual – e já reúne mais de 60 milhões de “fazendeiros” ao redor do mundo. “Jogo o Farmville há dois meses, e a prática quase diária se tornou para mim uma maneira de relaxar”, diz a bancária Daniela Borracha. “Administrar um ambiente, ainda que virtual, me motiva a permanecer no jogo”, completa.

Para Mark Pincus, fundador da empresa Zynga e um dos criadores do Farmville, os social games oferecem uma nova modalidade de diversão. “Trata-se de uma nova experiência social: queremos conectar o mundo por meio dos jogos”, diz.

Orkut – No Brasil, o social game mais famoso está disponível na mais popular rede do país: o Orkut. O Buddy Poke pegou em meados de 2008 entre os brasileiros. Seu funcionamento é simples: trata-se de um avatar que pretende simular ações e expressões do usuário, como abraçar, beijar e até fazer cócegas nos amigos. Atualmente, cerca de 39 milhões de usuários possuem o aplicativo instalado em suas páginas pessoais do Orkut.

Mas os bem-sucedidos social games também apresentam problemas. A falta de desafios, típicos dos jogos eletrônicos tradicionais, e também a lentidão podem limitar seu crescimento contínuo. “Para manter o interesse dos usuários, os jogos precisam sofrer contínuas atualizações. Caso contrário, as pessoas que inicialmente o utilizavam podem ficar cansadas do aplicativo”, defende Recuero. Já a lentidão, verificada em alguns social games, é fruto da explosão do número de jogadores, que acessam a atração simultaneamente.

Os ‘social games’ mais populares

Os aplicativos de maior sucesso na rede

Aplicativo (Desenvolvedor)
Número de usuários
Descrição
Rede social em que está disponível
61 milhões
Crie e seja o administrador de uma fazenda virtual: é possível plantar, colher, comprar imóveis e terrenos
39 milhões
A partir de um avatar personalizado, é possível abraçar, beijar e fazer cócegas em seus amigos
25 milhões
Viva no mundo dos crimes e tenha a missão de desafiar seus próprios amigos – também mafiosos – para conquistar fama e dinheiro
23 milhões
Você é dono de um restaurante e deve criar receitas e o próprio cardápio para derrotar a concorrência
20 milhões
Você precisa da ajuda de amigos para construir sua casa: para ganhar dinheiro, é necessário dar banho e até fazer carinho em seu bicho de estimação

* Estatísticas dos sites do Facebook e Orkut até 26/10/2009

Por Rafael Sbarai (Veja.com – 29 de outubro de 2009)
http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia-tecnologia/farmville-sucesso-social-games-facebook-508430.shtml

Futuro da Tecnologia – Visão da Microsoft para 2019

Vídeo muito interessante criado pela equipe de P&D da Microsoft, mostrando a aplicação prática, em 2019, das tecnologias sendo utilizadas atualmente.

SixthSense: o futuro é fora do computador…

Vale a pena assitir! A tecnologia sempre nos surpeendendo!

Uma excelente apresentação no TED do engenheiro do MIT Pranav Mistry, falando sobre a tecnologia SixthSense. Ainda temos muito que evoluir, mas definitivamente a tendência por devices que interagem mais com nossos movimentos e corpos veio para ficar. Vide as incríveis novas aplicações para o Iphone e o Nintendo Wii, assim como a nova onda de realidade aumentada.
A tecnologia SixthSense faz com que o reconhecimento de objetos e pessoas saiam do computador para interagir com as situações cotidianas.

Parte 1:

Parte 2: